A noite da arma

Em “A noite da arma”, David Carr redefine o conceito de memória por meio da exposição reveladora de seus anos como viciado, fazendo uma crônica da sua jornada sem rumo pelas drogas pesadas até se tornar colunista do New York Times.