O livro do amor

Os dois volumes fazem uma longa viagem no tempo para revelar como as noções ocidentais sobre o amor, o desejo, a sexualidade e o casamento se alteraram profundamente da Pré-História até a atualidade. As aflições gregas da Antiguidade Clássica, as questões repudiadas pelos primeiros cristãos, os assuntos demonizados e os temas idealizados pelos trovadores na Idade Média, que foram sujeitos a intensa repressão durante a Renascença, as reações de cada época às práticas amorosas deixam marcas profundas ainda em nossos dias.